Perdendo o voo para New York

Acordamos atrasados! Pulamos da cama, arrumamos as coisas e saímos correndo pelas ruas de São Francisco em direção ao aeroporto! Quer dizer, fomos na direção certa depois que o gps colaborou.
Chegamos no aeroporto e claro que o avião já tinha ido, parece que somos bons nisso, em perder voos. Mas é história para outro tema!
No guichê da Delta, sem maiores dificuldades, conseguimos passagem pra embarcar no próximo avião. Voos para Nova York são frequentes, e o atendimento da Delta foi rápido e eficiente.

Finalmente depois de umas 6 horas de viagem para o outro lado do continente, chegamos em NYC!
O agito da cidade é perceptível já no aeroporto. Não existe aquela morosidade, as pessoas andam rápido, muita gente, e logo na saída muitos taxis e uma fila razoável.

yellowcab

Pegamos o taxi direto para o hotel. Tinhamos reservado o Comfort Inn Convention Center em Midtown West, que pela internet parecia uma boa opção e com wi-fi grátis.
Apesar de cansados, já no taxi nossos olhares não paravam nem por um minuto observando pela janela uma das cidades mais interessantes do mundo. A curiosidade era grande, e víamos aquela fotografia que antes só tinhamos visto na TV.

IMG_0714

O percurso entre aeroporto JFK até Manhattan é médio, demoramos uns 30 minutos para chegar ao hotel, que fica próximo a Penn Station.

No hotel a primeira impressão não foi das melhores. Como a maioria das coisas em Nova York, o aspecto do hotel era de um prédio antigo. O quarto era minúsculo e mal cabiam as malas no corredor. E o preço era alto! O grande pró desse hotel era a localização, o custo benefício comparando com os outros hotéis até que era uma boa.

Claro que não ficamos no hotel, já estava anoitecendo, então saímos para conhecer a mega city! Fomos andando até a Times Square, que por sinal era mais perto do que imaginávamos.

IMG_0738Quanta luz, quanta gente! Era difiícil saber para onde olhar. Muitas lojas ao redor, artistas de rua, barulho e uma beleza inexplicável que só uma cidade como Nova York poderia oferecer.

Entramos na loja Toy R Us, ela é gigantesca! E quem curte brinquedos, mas não é criança perde várias horas lá dentro. Vá com tempo, vá com calma, e se possível, vá com dinheiro no bolso! 🙂

 

 

Claro que visitamos também a loja dos M&M’s! Como sempre divertido!
IMG_0724IMG_0726IMG_0728

 

 

 

 

 

 

IMG_0736

Em nossas andanças canelando, chegamos na Grand Station. Caramba! Ela é gigante! Antiga, vem da época de 1831 até começar a ser reestruturada e virar a Grand Central Station. E de lá dá pra chegar em qualquer lugar em Nova York. Com certeza vale conhecer! Se assistiu o desenho Madagascar, vai lembrar que foi por lá que o Marty tentou fugir!

IMG_0778IMG_0770

Em nenhum momento nos sentimos inseguros andando por lá. Tanto que voltamos caminhando até o hotel tarde da noite. Passamos por algumas ruas não muito movimentadas, daquelas tipicamente cinematográficas. E a principal dica em Nova York, “se perca”! É muito fácil andar por lá!

Times SquarePublic Library of NY

O pensamento era: Vamos dormir que amanhã tem mais!