O último dia da jornada em Top of the rock!

E chega ao fim. Foram 37 dias “canelando” pela terra do tio Sam! Viajar não é somente o destino, mas sim, todo o caminho. Cada passo, cada pessoa que conhecemos, qualquer novo sabor, ou qualquer experiência sendo boa ou ruim. É tudo que você conta depois, é toda a história que te faz rir sozinho durante sua rotina. Viajar pode ser uma rotina também, nossa vida já é uma viagem. É melhor sentar na janela e aproveitar o passeio.

Um dia corrido, fomos pela manhã até o World Trade Center Memorial, onde ficava o WTC. Existe muita história, muitos nomes, muitas vidas. É impossível estar lá e não imaginar como deve ter sido horrível estar lá no dia 11/09/2001.

IMG_0986
O memorial ficou muito bonito, mas o museu ainda não estava pronto.
A visitação é gratuita, e normalmente tem bastante gente. Pelo menos tinha nesse dia.

Eles ainda conseguiram conservar uma árvore que sobreviveu ao atentado. Tá lá firme e forte.
DSC_1029IMG_0983

 

 

 

 

 

 

 

E olhando pra cima, o novo WTC!

 

DSC_0994

DSC_1023

No último dia de passeio ainda faltava ver Nova York de cima! Ao invés de escolher subir o Empire State, decidimos subir onde podiamos vê-lo lá do alto, fomos ao Top of the Rock! Excelente!

Ao subir pelo elevador, assim que chega no topo ele diz: “Welcome to the top of the rock!”

IMG_0992

Dia frio lá em cima, vista sensacional! É muito legal o visual em 360! O central park é um imenso verde no meio da selva de pedra!

É bem organizado, você compra um ingresso com hora marcada para evitar filas, e sobe o grupo daquele horário.

O ingresso custa $27,00 e pode ser comprado online: http://www.topoftherocknyc.com

DSC_0019

DSC_1035

 

Após nossa aventura pelos EUA, a gente acostuma a olhar algumas coisas com outros olhos. É um país consumista sim, muito organizado e muito bonito também. As vezes ouvimos a falta de interesse nos EUA por um pré conceito do que é o país, do que é mostrado na TV. O patriotismo realmente é forte, mas é fácil entender porque, se observar a história do país. Um exemplo disso é que eleição para os norte-americanos é coisa séria!

A educação das pessoas faz diferença no dia a dia. Achei que as pessoas são normalmente impessoais, sempre tratando os outros com educação. Existem excessões, lógico! Quanto a segurança, existem cidades que passam mais a sensação de segurança do que outras, mas em todas que passamos, não tivemos problemas.
No caminho, conhecemos pessoas excelentes! Que nos ajudaram, nos receberam e até um casal que se ofereceu para nos adotar! 🙂
Vimos muitas coisas legais, belezas naturais, mas existe muito para visitar por lá. Então se tem vontade de ir para os EUA, vá logo! Se não faz questão nenhuma, espero ter aumentado um pouco sua curiosidade.