Molokini e Iao Valley Needle!

Hora de curtir uma manhã subaquática em Molokini! E sinceramente, curto demais o mar, ficar debaixo d’agua olhando o movimento dos peixes, mergulhando… Posso fazer isso por horas sem cansar, nem vejo o tempo passar!

Molokini

Molokini é uma cratera de um vulcão no mar, que hoje em dia virou praticamente um aquário a céu aberto. A vida marinha ali é extremamente rica, com corais, várias espécies de peixes, inclusive o havaiano humuhumunukunukuapua’a (eita nome estranho!) A visibilidade nessa área é enorme, é possível enxergar tudo muito nítido e há uma distância enorme! Fomos de barco até lá, um catamarã irado e uma tripulação super bacana. Reservei essa ida a Molokini com a Trilogy (www.trilogy.com), fiz pela web, foi bem prático e rápido e o catamarã partia da marina mais próxima de onde estavamos.

humuhumunukunukuapua’a

De boa, Molokini é sensacional e muito tranquilo de snorkelar, é aquele tipo de coisa que “deve ser feito” em Maui, mesmo que você não saiba nadar, o que não falta são flutuadores pra curtir o visual sem esforço!

Depois de sair quase peixe do big blue (o último a subir no barco! A Tati já estava lá faz tempo pegando um broze tipo madame), hora do almoço, um chicken barbecue firmeza servido a vontade! Eeeita, tava gostoso, mas eu estava esperando um churrascão com pagode quando disseram que iria rolar um barbecue! Brincadeira! Pagode eu dispenso! Mas churrasco nunca!

Hora de procurar tartarugas! Não cansados de ver tanta tartaruga, fomos em busca de mais um monte delas. Só que pelo jeito elas não estavam muito a fim de papo… foi difícil encontrar alguma onde estavamos snorkelando. Nessa área tinha umas cavernas formadas pelos recifes de corais, e as tartarugas ficavam lá dentro, ainda mais com a uma galera nadando pela área. Quando eu estava quase desistindo, vi uma tartaruga gigantesca que saiu pra lambiscar alguma coisa e voltou pra caverna. Muito rápido, mas suficiente, afinal deixa ela sossegada né, tartaruga é o que não falta no Hawaii.

Voltando para a ilha a tripulação resolveu curtir e içar as velas do catamarã, foi muito louco velejar só curtindo o barulho do vento e da água batendo no catamarã.

E nesse meio tempo, quem a gente encontra?! Tartarugas! Um monte delas, um monte que dizer um monte mesmo! Pra cada lado do barco que olhasse tinha tartaruga nadando! Demais!

No fim da tarde, voltamos pra casa, e nossa host Gail se ofereceu pra nos levar pra conhecer o Iao Needle, um lugar para curtir a natureza, tomar banho de cachoeira, trilhas e etc


Para os residentes, não é cobrado taxa para entrar no vale, é cobrado apenas de turistas. Como fomos com a Gail, entramos sem pagar a taxa de entrada! 🙂

Iao Needle

O Iai Needle um dia já foi usado como um altar natural de 2250 pés, e subindo lá dizem que a vista é muito bonita. Dizem, porque nós não subimos para comprovar, fomos apenas para contemplar.

O vale de Iao é um dos palcos da história do Hawaii, onde o Rei Kamehameha I em 1790 destruiu o exército de Maui num esforço para unir as ilhas havaianas.

Após um passeio bem legal voltamos pra casa e tivemos algumas aulas de jardinagem em inglês no quintal da Gail! Na verdade não foi uma aula de jardinagem, foi mais uma aula de inglês pra aprender a dizer os nomes das plantas, frutas e etc! hehehe

É isso aí!
Aloha!