Depois de morar no exterior é fácil se adapatar ao Brasil novamente?

brasil em crise

Há quase 1 ano atrás tomamos a decisão de mudar de vida radicalmente! Em busca de algo que não sabemos o que era, mas que fazia todo sentido em nossas mentes. Deixamos nossa vida “normal” de quem vive em São Paulo, uma rotina de correria, consumismo, trânsito e poluição e fomos para o Hawaii. Vida mais simples, mais saudável, em um lugar especial. Um lugar onde a maioria chama de paraíso, nós chamavamos de lar. Mas tivemos que voltar para nossa terra natal, rever a família, seguir parte do plano que tinhamos estabelecido.

O choque cultural foi muito maior na volta para o Brasil, do que quando chegamos no Hawaii. É estranho voltar pra casa e conseguir enxergar, de uma forma amplificada, todos os problemas com que conviviamos de uma forma tão natural.

Muitos podem criticar, com aquele tom de patriotismo, os que decidem ir embora do país para viver suas vidas em outro país. Respeito e admiro quem luta para que a vida no Brasil seja melhor, mas também respeito e admiro quem tem coragem de ir em busca uma vida melhor para si e para família em outro lugar do mundo. Muitos não querem perder tempo investindo tempo e o suado dinheiro em algo que não tem dado resultados.

É triste ver que o Brasil tem tanto potencial e não consegue suprir as necessidades da população, e que em outros lugares, mesmo os mais remotos e com menos recursos conseguem administrar o pouco recurso que tem.

Voltamos para a nossa casa, e chegamos em um período onde tudo aumentou: a violência, a corrupção, o transporte, os impostos, o alimento… Tudo aumentou, mas: está faltando água, está faltando segurança, está faltando educação. Como pode, passar um rio gigantesco por São Paulo, e não ter água para abastecer a cidade? Não é só por causa da falta da chuva, não vou entrar em detalhes, tem bastante artigo na internet que você pode entender mais sobre isso.evitar-desperdicio-agua1

Eu posso usar o Hawaii, Los Angeles e também Las Vegas como exemplo sobre água. Hawaii fica no meio do oceano Pacífico e tem recursos de água limitadíssimos. Boa parte da Califórnia é deserto, e Las Vegas é totalmente seco. A conscientização nesses lugares é maior, porém a infraestrutura foi bem melhor planejada para atender a população. É bem provável que um dia a situação fique crítica nesses lugares também, mas também é bem provável que alguma providência seja tomada antes que aconteça.

Quando se trata de qualidade de vida, falo também de poder aquisitivo, onde por exemplo, você consegue comprar um bom carro com uns R$15 mil. Mas melhor ainda é poder andar na rua, falando ao telefone, ou usar seu laptop em algum café com internet sem o medo de ser roubado. E pode até ser que você não pense nisso agora, mas criar seus filhos em um lugar com menos violência não tem preço. Poderia citar outros exemplos, só que todos nós já conhecemos esses problemas.

inseguranca-publica

Conhecemos pessoas de diversas partes do mundo, alguns de diferentes partes da Europa, do Japão, Coréia do Sul, e a maioria nos disseram ter vontade de visitar o Brasil, mas não vão porque tem medo da violência. Qual tipo de notícias vocês acham que são veículadas sobre o Brasil? Notícias hoje em dia são feitas para chocar, então podem imaginar. Uma das notícias que pudemos presenciar enquanto estavamos no Hawaii foi a morte do surfista  Ricardinho. Ele foi baleado em frente sua casa, e o pior, o assassino foi um policial, que na teoria serve para proteger. E foi essa imagem passada no jornal local em Honolulu.
Fora a violência, é divulgado pelo mundo o nosso carnaval e o futebol, que por sinal nem é mais tudo isso depois dos 7 gols da Alemanha na ultima copa do mundo.

Promessas_de_pol_ticos_02

Deveriamos todos os brasileiros nos juntar e fazer algo a respeito, só que enquanto uns tem idéias para melhorar o país, outros estão preocupados com o futebol ou o BBB.
Eu, honestamente, não quero mais perder meu tempo. Não quero sair na rua gritando e confrontando policia, para que no dia seguinte tudo volte a ser como era antes, ou pior. Precisamos protestar? Sim, mas de maneira inteligente. Quando paro para refletir, o que eu quero de verdade é viver em paz com minha família.

O Brasil tem coisa boa? Sim! Mas é difícil enxergar no meio de tanta merda acumulando. É um país novo em comparação aos considerados primeiro mundo, e acho que ainda tem muita estrada pela frente para aprender e melhorar.

Nós iremos nos adaptar novamente sim, pois somos brasileiros e essa é nossa realidade. Só que fácil, infelizmente, não é.