8 dicas de como arrumar a mala pra viagem e se organizar

malasprontas

Então chegou o momento de se preparar para a viagem tão esperada! Hora de arrumar as malas e partir!
Para muitos arrumar as malas e se organizar para viagem é uma tarefa complicada: Será que estou esquecendo algo? Devo levar isso aqui? Estou levando pouca roupa?

Diversas dúvidas para se preparar, principalmente em uma viagem internacional, que normalmente exige alguns cuidados com documentação, diferença na moeda etc.

Vou listar aqui dicas baseada nas nossas experiências de viagem, e acabamos adotando pra facilitar nossa caneladas por aí.

Para iniciar a arrumação, comece a se organizar pelo menos duas semanas antes da data de embarque. Vai por mim, facilita as coisas, nas dicas acredito que você entenderá porque. 🙂

1 – Qual destino da viagem?

O destino de sua viagem é que dita as regras do que levar e o que organizar. Quando se trata de uma viagem internacional, é ideal procurar saber qual o clima do país, qual moeda local e ainda, se é possível comprar a moeda em casa de câmbio no Brasil.

2 – Organizando os pensamentos

Crie uma lista com tudo que vem em sua mente quando se trata do que levar, levando em consideração a quantidade de dias que você estará em viagem. Mesmo que sua viagem tenha mais de 20 dias, evite querer levar muita roupa.

Em viagens longas acho melhor lavar a roupa quando mais de 30 dias, ou em caso de faltar alguma camiseta, meias ou coisa assim, comprar alguma baratinha.
Para ter como exemplo, viajamos por 40 dias e tivemos que lavar roupas apenas uma vez. Conseguimos administrar o que levamos, além de termos adquirido algumas no meio do caminho.

Anote até os itens que são básicos e que você acha que não esqueceria nunca. Por exemplo: o bilhete da passagem ou o passaporte.
Coloque na lista, quantas peças por tipo de roupa vai levar. Tipo, 5 camisetas, 2 calças, 10 pares de meias, etc.

3 – Separando as tralhas

Nesse momento começam a surgir dúvidas. Então a melhor coisa é seguir a lista que você criou.
Em cima da sua cama vazia, coloque todas as roupas e utensílios anotados. Espalhe tudo em cima da cama e agora sim comece a separar o que você NÃO precisa carregar. É muito fácil levar mais coisas do que precisaremos, principalmente roupas. Em toda viagem, você precisa de um espaço extra para compras eventuais. Ainda mais se a é uma viagem para lazer, e não a negócios.
Sério, se você vai ficar em hotéis que tenha toalha de banho, evite levar. Acho desnecessário, pois será mais peso na mala e ocupará um espaço que pode ser usado por outra coisa. Deixe separado apenas uma toalha de rosto caso precis utilizar durante os deslocamentos.

4 – Malas

Acredito que uma mala média por pessoa é suficiente para levar tudo que é necessário para a viagem. Até mesmo para uma viagem de 30, ou mais dias.
Agora é hora de pegar todas as roupas e começar a colocar na mala. Caso você esteja organizando com antecedência (2 semanas por exemplo), recomendo colocar as roupas que você, com certeza, não irá utilizar até a data do embarque.
O que você provavelmente irá utilizar no decorrer da semana deixe por último.
Assim que tiver arrumado a mala, deixe as roupas e utensílios deixados separados por último, por cima na mala.
Boa parte do trabalho está feita! Até o dia de embarcar, deixe a mala aberta e conforme for lembrando de coisas que precisa levar, vá colocando junto com o que está arrumado.
Ítens como escova de dentes, normalmente, será separada apenas no dia da viagem. E se esquecer também, é algo barato de comprar.

Detalhe importante: Lembre-se de que você tem direito a 2 malas despachadas e 1 bagagem de mão. O peso de cada mala não pode exceder 32 KG em uma viagem internacional e 20 kg para voos domésticos. Para bagagem de mão o máximo permitido é de 5 kg. Então em algumas casos, onde você ainda vai voar internamente no país de destino (fora da conexão internacional), é melhor evitar excesso de peso para não ter de desembolsar um dinheiro extra.

5 – Shampoos, perfumes, cremes, creme dental e etc

Para viagem internacional o frasco precisa ter no máximo 100 ml para carregar em mala de mão. Ou seja, vai levar perfume, evite dores de cabeça e coloque na mala despachada. Frascos pequenos podem ser levados, tubos de creme dental pequenos, fracos com até 50 ml evitam dúvidas e complicações.

6 – Bagagem de mão

Nas malas que transportamos conosco, o peso máximo é de 5 kg. Aqui recomendo fortemente levar uma troca de roupa, sua escova de dentes e algum remédio que precise usar durante o voo. Nunca despache a bagagem com documentos, dinheiro e ítens de alto valor. Isso porque, caso a bagagem seja extraviada, ficar sem documento e sem dinheiro pode acabar com sua viagem.
Aqui é onde você leva máquina fotográfica, laptop, tablet, telefone, dinheiro, passaporte etc.

7 – Dinheiro

Bom, você já sabe qual a moeda local do lugar que está indo. Sempre reserve uns $500,00 dolares em dinheiro para levar. Mesmo que esteja indo para um país de outra moeda, é mais fácil trocar dolar, seja em qualquer lugar do mundo. Alguns lugares, recomendo sempre tirar dinheiro em moeda local direto no caixa eletrônico do país. O motivo disso é porque algumas moedas não são fáceis de se fazer cambio no Brasil, porque não tem para trocar. Quando isso acontece, leva-se dolar para trocar no país de destino, e nisso você paga taxas de cambio 2 vezes! Uma aqui para trocar real por dolar, e depois para trocar dolar pela moeda local.
Para sacar direto de sua conta corrente, seu cartão de débito tem que ser internacional e estar habilitado para saque fora do Brasil. Deixe os $500,00 dolares como reserva de segurança, e ao sacar o dinheiro no caixa eletrônico, pegue a quantia de dinheiro para utilizar na semana. Normalmente o banco cobra uma taxa de saque internacional,  aí sacar $20,00 dolares pode não valer a pena.

8 – Dia do embarque

Se puder, não combine nada para esse dia. Nem visitas, nem trabalho, foque no horário que você tem que chegar no aeroporto. Caso tenha que comprar um remédio de última hora, dá tempo, mas deixar para ir ao shopping e escolher o tal do biquini no dia do embarque pode complicar um pouco as coisas. Chegue adiantado no aeroporto, pelo menos dentro do mínimo recomendado:  3 horas para voos internacionais e 1 hora para voos domesticos. Se você mora em um lugar como São Paulo por exemplo, lembre-se que o trânsito é imprevisível.

E então, curta sua viagem! Quanto menos correria tiver no dia de embarcar, menos estresse pra você começar a aproveitar desde o momento do check-in.

Viagem sempre!